Falar sobre a informática na odontologia, exige uma breve análise de alguns aspectos de mercado, os quais nos ajudarão compreender a sua importância.

Não pretendo aqui generalizar situações nem desmerecer qualquer tipo de conduta ou modelo de negócios, apenas constatar tendências e evidências ao longo dos últimos anos.

Evolução do mercado odontológico

Quando pensamos na odontologia de 30 anos atrás, vem à mente aquele modelo mais simples de “consultório único” que se via na grande maioria dos casos.

O dentista se formava e montava seu consultório. Especializava-se numa área de atuação e muitas vezes tinha parceiros de outras especialidades com os quais costumava trabalhar. Dessa forma o paciente era encaminhado para esses parceiros, e muitas vezes passava por dois, três ou mais consultórios para concluir seu tratamento.

Com a evolução do mercado, gradativamente foram surgindo novos modelos de negócios como as franquias odontológicas e clínicas de especialidades, que pelo menos do ponto de vista da comodidade para o paciente, mostraram-se como opções muito vantajosas.

Obviamente que os empreendedores de plantão que leem este artigo, enxergam muitos outros aspectos positivos desses novos modelos, como por exemplo a possibilidade de expansão do seu market share, exploração de novos nichos e maximização de lucros.

É claro que quanto maior o porte do estabelecimento, quanto mais especialidades disponíveis e consequentemente mais profissionais trabalhando, melhor também precisa ser a capacidade gerencial, visto que se os lucros podem ser maiores, os prejuízos também.

Mais à frente você entenderá a relação entre capacidade gerencial e a informática na odontologia.

É preciso ter uma gestão odontológica eficiente, principalmente no cenário atual da economia no Brasil.  Não dá para brincar de ser empresário, num ambiente de altíssima concorrência, com o cliente empoderado pelo acesso à informação disponível na internet, redes sociais e aplicativos.

Saber trabalhar seu marketing passando pelo crivo do Código de Ética Odontológico, onde o simples fato de divulgar meios de pagamento em seu site já constitui infração, passa ser uma missão que requer aprofundamento nos aspectos de gestão do negócio, além do conhecimento técnico.

Ponto de reflexão

Imagine a quantidade de processos a serem administrados diariamente num consultório:

  • Confirmação de consultas
  • Relacionamento com protéticos
  • Gestão de estoque
  • Compras
  • Financeiro
  • Organização de prontuários
  • Gestão de marketing
  • Contas a receber
  • Contas a pagar
  • Fluxo de caixas
  • Outros

Pense a mesma coisa para uma clínica média com cinco equipos, por exemplo. Agora para uma rede de clínicas. Pensou? Então você já sabe que cuidar de tudo sozinho é humanamente impossível.

necessidade da informática na odontologiaÉ preciso saber delegar as atribuições aos colaboradores. É preciso saber organizar os processos e rotinas de maneira que sejam MONITORÁVEIS e GERENCIÁVEIS.

Por que informatizar?

Pergunta: De que forma o dentista percebe seus rendimentos: atendendo ou cuidando dessa infinidade de processos?

Óbvio que é atendendo! Do contrário ele fecha as portas de seu negócio e não há rotinas para se gerenciar. Não existe empreendimento sem clientes.

Resta óbvio, que o profissional precisa dedicar a maior parte do seu tempo, dentro da clínica, de fato atendendo seu cliente/paciente. Perceba que eu disse “a maior parte do tempo”, pois pelo menos uma parte ele deve dispender para MONITORAR os demais processos e rotinas.

Pergunta: De que forma é possível MONITORAR os processos e rotinas delegados?

De duas formas, basicamente. A primeira delas é consultando cada colaborador, através de reuniões, que muitas vezes vão tomar horas do seu dia, e também prejudicar os demais afazeres do próprio colaborador.

Além do mais, e quando você não está presente? E se você possui uma rede de clínicas, e cada uma delas possui pelo menos dez colaboradores? Inviável esse método. A segunda forma é melhor: Informatizar.

Não que o uso da informática na odontologia deva ser exclusividade de grandes clínicas, até mesmo por que os softwares são também ferramentas de marketing muito poderosas, e que podem ser utilizadas por todos os estabelecimentos, nos dias atuais.

Originalmente, os softwares são ferramentas de gestão (saiba mais), e como tal, seus melhores benefícios são percebidos de forma mais intuitiva em estabelecimentos mais complexos.

Evolução da informática na odontologia

A informática aplicada na odontologia tem seu ponto de regulamentação na Resolução CFO-91/2009, em que o Conselho Federal de Odontologia autoriza o uso de sistemas informatizados para a guarda e manuseio de prontuários de pacientes, bem como a digitalização de prontuários de acordo com normatização específica.

Reconhecendo os avanços da tecnologia da informação, bem como o crescente volume de documentos armazenados pelos vários tipos de estabelecimentos de saúde, e em sintonia com o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Sociedade Brasileira de Informática em Saúde, publica a resolução em 20 de agosto de 2009, que passa a vigorar imediatamente.

Interessante constatar que a informatização na odontologia, não necessariamente é sinônimo de prontuário eletrônico, e aqui me refiro ao abandono definitivo do prontuário físico. A autorização legal para eliminar o papel depende de que os sistemas informatizados atendam integralmente aos requisitos do “Nível de garantia de segurança 2 (NGS2)”, estabelecidos no Manual de Certificação para Sistemas de Registro Eletrônico em Saúde.

Os primeiros softwares odontológicos do mercado eram produtos de prateleira, adquiridos através de uma mídia (CD, DVD). Eram instalados na própria máquina do dentista e rodava de forma local, ou seja, tanto os dados quanto a aplicação ficavam armazenados na mesma máquina.

Apesar da sensação de segurança proporcionada por esse tipo de software, eram comuns os casos de perda de dados por falhas de hardware, formatações ou ineficiência de backups, os quais tinham que ser feitos pelo próprio dentista.

A evolução da web, propiciou o surgimento das plataformas em nuvem, e os softwares odontológicos passaram a ser oferecidos no modelo SaaS, do inglês “Software as a service” ou “software como serviço“. Pode-se afirmar que o surgimento dessas plataformas revolucionaram a aplicação da informática na odontologia.

informática na odontologia software em nuvemEste modelo de distribuição e comercialização, no início causou desconfiança da comunidade odontológica quantos aos aspectos de segurança, porém hoje em dia representam 95% de todas as soluções do mercado.

O modelo Saas, possui algumas vantagens. Não exige que o cliente crie uma estrutura de servidores e nem capacite profissionais para manter o sistema funcionando, permitindo que ele se foque no seu negócio. Permite uma abordagem gradual de implementação, podendo começar com licenças menores e expandir conforme tiver um retorno positivo do seu investimento.

O backup é automático e de responsabilidade da empresa que presta o serviço. Softwares em nuvem oferecem a possibilidade de gerenciamento remoto do seu estabelecimento, visto que podem ser acessados de qualquer lugar, bastando uma conexão de internet.

Concluindo

Neste contexto, acreditamos que a informática na odontologia, é o mínimo capaz de trazer um padrão organizacional eficiente, tornando seus processos e rotinas facilmente MONITORÁVEIS.

Não se pode mais pensar em agendas num “caderninho”, prontuários em fichas de papel que muitas vezes acabam “sumindo”, gastar horas com telefonia para confirmação de consultas, dentre outros aspectos.

Vivemos na era digital. Na era dos aplicativos mobile. Por que deixar sua empresa nos modelos de 40 anos atrás? Faz sentido?

Bem vindos à nossa filosofia!

FineDental Software

O FineDental é um software odontológico em nuvem distribuído no modelo SaaS. Foi desenvolvido baseado na experiência de 9 anos de gestão de clínicas odontológicas de seu fundador, sempre pensando na otimização dos processos diários de uma clínica odontológica.

Com funcionamento simples e design intuitivo, oferece todas as ferramentas necessárias à uma gestão eficiente, sempre aliado à questão da segurança dos dados proporcionada pela certificação SSL. Pode ser acessado de qualquer lugar e por qualquer tipo de dispositivo, bastando uma conexão de internet.

Já imaginou ter total controle da sua empresa na palma da sua mão, mesmo quando você estiver ausente? Para conhecer essa poderosa plataforma acesse a página CLICANDO AQUI.

Compartilhar

 

Deixar um comentário